Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

De novembro de 2016 até agora, passei de 118 kg a 66 kg graças à corrida e à reeducação alimentar. Desde então, o contador vai em 40 provas: 20 x 10 km, 7 trails, 10 meias maratonas e 3 maratonas.

De novembro de 2016 até agora, passei de 118 kg a 66 kg graças à corrida e à reeducação alimentar. Desde então, o contador vai em 40 provas: 20 x 10 km, 7 trails, 10 meias maratonas e 3 maratonas.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

19
Out20

Uma entrada de sonho


João Silva

Sim, falo de comida.
De uma entradinha bem quentinha para aquecer o coração e muito ligeira para não sobrecarregar na dose do prato principal.
É mesmo muito simples e penso que a inspiração veio de uma receita da Filipa Gomes.
Basicamente, compram uma beringela, cortam-na previamente em rodelas grossas, colocam sal num dos lados de cada rodela, tudo isto, sobre papel de cozinha. Daí a um bom bocado, viram as rodelas e fazem o mesmo do outro lado.
Mais uns minutos (mais de 10) volvidos e toca a cortar rodelas de tomate e de queijo de cabra em rolo na mesma quantidade da beringela.
Começam a empilhar da seguinte forma: rodela de beringela, rodela de tomate e depois de queijo. Retomam uma rodela de beringela por cima, repetem o tomate e o queijo. Usa-se um ramo de alecrim para atravessar a pilha até à extremidade, leva-se ao forno durante 30 minutos a 18 graus e voilà, uma entrada de fazer crescer água na boca.

IMG_20200801_125712.jpg

 

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Redes sociais

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D