Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
11
Mar23

O impacto da natureza vs o impacto estrada


João Silva

Não, não venho condenar o trail nem nada do género.

Gosto de correr em serra, no meio da natureza, mas, se possível, com estradões, com caminhos largos e sem me matar no meio de calhaus e afins. 

E esta é uma das grandes diferenças. Respeito e admiro quem gosta de galgar troncos, subir cascatas, trepar encostas ou atravessar rios. Isso tem um lado puro, de desafio, de superação inegáveis. 

Mas, enquanto praticante de desporto, no caso de atletismo, sou um pouco "old school". 

Passo a explicar: adoro correr em estrada porque posso correr continuamente sem destino. Isto é, sem ter de parar para atravessar alguma zona, porque adoro a competição e sinto que é uma modalidade mais competitiva. E é possível correr em sítios bonitos e puros, junto da natureza, na estrada. 

A dada altura deixei criar a ideia de que não gosto de fazer trails. Isso não é verdade. Eu não gosto é de fazer provas de obstáculos disfarçadas de corrida, porque isso retira aquilo que me apaixona: correr continuamente e competir. 

A dada altura, já há muito tempo, encontrei uma entrevista em vídeo que o Vítor Oliveira, da página Aquele que gosta de correr, fez ao João Lima, da página João Lima.

E encontrei finalmente aquilo que sempre achei na distinção entre estas duas modalidades.

Podem ter acesso à entrevista aqui:

Correr em serra tem, para mim, outro problema grave: o elevado risco de lesões. E a enorme probabilidade delas aparecerem. Não que a estrada não seja também ela perigosa, mas é mais "calma".

Adoro estar em contacto com a natureza. Mas prefiro mil vezes enfrentar os desafios de uma serra a caminhar e os da estrada a correr. 

26
Fev23

O homem que partiu em último... Por não ter dorsal


João Silva

Hoje foi o Trail de Sicó aqui em Condeixa. 

IMG_20230226_094920.jpg

Primeira prova do ano para mim. 

Sicó é Sicó e eu fiquei feliz, mesmo sabendo que a pubalgia ainda não está curada. (Fisioterapeuta Rodrigo, toca a afinar isto). 

 

Fiz 1h39 e mais de 16 km devido a engano e a peripécias.

IMG_20230226_123653.jpg

Desta vez, decidi fazer um relato diferente.

Ora vejam lá o vídeo no meu canal:

 

 

 

 

29
Nov22

Afinal também sei correr trails técnicos


João Silva

Esta é a grande lição de 2022. 

Essa e a de que o descanso compensa.

No sábado passado, tive o trail da Escarpiada, prova organizada pela minha equipa, a ARCD Venda da Luísa.

A prova deocrreu no Casmilo, conhecido e procurado pelas suas buracas.

Esta terra fica em "Cascos de rolha", rodeada por uma beleza natural extrema. 

Chegar lá é uma bela aventura. 

A prova foi tão dura que nem sei que deva dizer. 

O trilho dos 15 km era tão duro e técnico que foi um misto de experiência surreal e e de sensações mágicas.

Adorei e percebi que, afinal, também sei correr trails com bom nível de elementos técnicos. 

Gostei do espírito entre os atletas, gostei de partilhar uma boa parte do trail com o meu colega de equipa João Pratas. Ainda é um menino. Tem metade da minha idade (17 aninhos), mas já é um talento da corrida. 

No final, entre tantos reencontros, fiquei muito feliz por ter estado ali.

O resultado foi muito bom: 1h46m22s e um 29.° lugar na geral. Missão cumprida.

IMG_20221126_120014.jpg

IMG_20221126_115432.jpg

IMG_20221126_115426.jpg

IMG_20221126_093200.jpg

IMG_20221126_092557.jpg

IMG_20221126_092055.jpg

IMG_20221126_092607.jpg

IMG_20221126_092559.jpg

IMG_20221126_091823.jpg

IMG_20221126_090354.jpg

18
Out22

Os básicos da corrida


João Silva

Uma das grandes vantagens do atleta Hélio Fumo é o facto de não se limitar apenas a dar dicas para quem corre em serra, como ele.

Num vídeo curto no seu canal de YouTube, mostra-nos uns pequenos exercícios para melhorarmos a nossa forma de correr. 

São tão básicos e rápidos de fazer que não há desculpa. 

Ora vejam lá se não tenho razão.

 

25
Ago22

Espécie de introdução ao trail - o que levar (com vídeo)


João Silva

Confesso que não seguia muito o atleta Hélio Fumo. 

Foi preciso ouvir falar nele no seio da minha equipa para querer conhecer o que fazia.

A verdade é que ele é impecável e é muito simpático na hora de partilhar o seu conhecimento. Está longe de se encontrar num pedestal.

Neste vídeo que vos trago explica, com a ajuda da apresentadora e corredora Isabel Silva, qual o material mais importante para quem corre na montanha.

É muito curioso porque corro sobretudo em estrada (como a parttiicpante neste vídeo) e acabo por levar muito material de trail no meu dia-a-dia.

Espero que vos ajude na hora de correrem em montanhas com segurança.

12
Abr22

Dicas do mestre


João Silva

Não falo de mim. Não tenho assim tanta mestria no cérebro. E, no caso, não tenho mesmo grande propriedade para falar de trails.

Corri alguns, essencialmente, nos arredores de casa. Caminhei noutros. Mas nunca me dediquei tanto aos trilhos quanto às estrada. É uma questão de preferência e de gosto.

Ainda assim, gostei de correr alguns trails e apreciei imenso os que fiz a caminhar. A perceção da natureza no meio dela é fabulosa! 

Apesar de ter muitas entrevistas a atletas de trail, em termos técnicos, não dou tanta atenção a esta modalidade, sobretudo, porque não é algo que investigue muito.

A pensar um pouco em todos aqueles que gostam de trails, e são cada vez mais, deixo um vídeo com dicas básicas de um dos melhores atletas de trail do nosso país, o jovem Hélio Fumo.

Espero que haja muita gente a seguir as dicas do mestre:

 

22
Mar22

Primeiro pódio...num trail. Como assim?


João Silva

Não é partida de 1 de abril. Ainda faltam uns dias para essa data e não costumo alinhar.

A verdade é que no sábado passado fiz os 10 km no Trail dos Moinhos na Bajouca e fiquei em 3.° lugar na classificação geral.

Screenshot_2022-03-19-14-07-34-608_com.android.chr

Num trail!! Eu... Que adoro estrada e que praticamente não faço trails...

Screenshot_2022-03-21-05-24-33-257_com.runtastic.a

Foi inesperado mas não posso deixar de dizer que fiquei muito feliz. Eu trabalho para me superar e já sonhava com algo do género há imenso tempo. Não em trails, é certo, mas levo isso como uma conquista na mesma.

Podia dizer tanto e seriam apenas clichês. A melhor descrição que posso fazer de tudo é: não ia com esse objetivo, mas acreditei desde o início, superei as partes técnicas de lama e subidas de pedra  e desfrutei de cada pedaço. Cruzei a meta e gritei e saltei. Saiu tudo. Sobretudo nesta fase que tem sido tão difícil a nível profissional. Saiu tudo. E foi bom. Se me iludo e fico a pensar que os trails é que são? Não, isto serviu para me mostrar que correr trails também pode ser prazeroso, mas a minha modalidade é a estrada. Até porque, o "preço" deste pódio foi um pequeno derrame e inchaço no tornozelo direito e o equivalente a mais três dias se correr, só a treinar em bicicleta estática. Portanto, não, não é uma opção enveredar pelos trails. Mas foi muito saboroso.

IMG_20220319_111926.jpg

Antes de passar ao registo gráfico, dou os parabéns a todos os membros da organização na terra natal da Diana. Criaram um trail que tinha muitas partes rolantes, mas não esqueceram as partes bem duras de lama, água, pinheiros caídos, zonas de passagem com corda, pedras... Adorei!! E levei para casa o meu primeiro pódio, que é mais uma confirmação de que tenho vindo a trabalhar bem desde a lesão e mais uma bela prova na presença do bom amigo Filipe...

IMG_20220319_111909.jpg

IMG_20220319_111857.jpg

IMG_20220319_084659.jpg

IMG_20220319_090302.jpg

IMG_20220319_090427.jpg

IMG_20220319_105408.jpg

IMG_20220319_105015.jpg

IMG_20220319_103950.jpg

IMG_20220319_103843.jpg

IMG_20220319_103825.jpg

06
Dez21

Trail da Escarpiada - fotos e vídeo


João Silva

No passado dia 04 de dezembro, a minha equipa, a ARCD Venda da Luísa, deu vida a um novo trail.

Pela primeira vez, organizou por inteiro a prova Trail da Escarpiada, com duas provas de corrida, 15 e 25 km, e uma caminhada.

Fiz parte daqueles que foram dar uma ajudinha e fiquei muito contente com o convívio e com o nível de organização. 

Fiquei de tal forma satisfeito que vim de lá com várias fotos e vídeos para vos mostrar.

Ora vejam lá:

IMG_20211204_065023.jpg

IMG_20211204_070232.jpg

IMG_20211204_072224.jpg

IMG_20211204_072313.jpg

IMG_20211204_080133.jpg

IMG_20211204_074530.jpg

IMG_20211204_085253.jpg

IMG_20211204_084943.jpg

IMG_20211204_095204.jpg

IMG_20211204_095222.jpg

IMG_20211204_102432.jpg

IMG_20211204_102451.jpg

IMG_20211204_102457.jpg

IMG_20211204_102611.jpg

IMG_20211204_105956.jpg

IMG_20211204_110740.jpg

IMG_20211204_110742.jpg

Quanto ao vídeo, podem vê-lo no meu canal de YouTube e aqui:

 

.

 

 

06
Nov21

A primeira das primeiras


João Silva

Se há dois dias falei na minha primeira maratona, hoje tenho de recordar o dia em que fiz a minha primeira prova.

Na verdade, não corri, não tinha forma para isso.

Foi uma caminhada em trail e que me abriu o apetite para continuar.

No dia 06 de novembro de 2016, pedi companhia aos meus cunhados e lá fui experimentar fazer uma caminhada em plena serra, na zona da Ega (Soure). Foi no âmbito do Trail de São Martinho.

Aquilo mudou por completo a minha vida.

Na altura, ainda tinha os desgraçados 118 kg, mas chegar ao fim daqueles 10 km em serra foi tão duro como motivador.

Deixei de ser o "engraçado gordinho" naquele dia.

IMG_20161106_101510.jpg

 

Curioso e sintomático o facto de, a meio de uma subida, ter encontrado motivação no frango assado que íamos comer ao almoço.

Foi uma bela ajuda, deixem-me que vos diga.

Esta dupla acompanhou-me em várias empreitadas do género, estimulou-me para que começasse a correr em provas e proporcionou-me momentos muito bons de diversão.

Estou-lhes grato! E com muitas saudades de passar momentos como estes com eles... 

03
Abr20

Sessão de alongamentos


João Silva

Sem querer, tropecei nos vídeos do grupo Globe-Runners.fr.

Felizmente, foi um bom tropeção. 

Partilham informação útil de forma constante e sem fim. 

Trata-se de uma espécie de manancial de boas práticas para quem corre.

Para hoje, decidi partilhar convosco uma sessão simples de alongamentos para todo o tipo de corredores: desde os de estrada aos de Trail, desde os profissionais aos amadores. 

Alguns deles já fazia antes, outros fiquei a conhecer agora. 

Não sou nenhum moralista e não procuro dar lições a ninguém, mas queria mesmo alertar para a importância dos alongamentos. 

Se pensar no meu caso, em que ando há meses a correr entre 400 e 600 km por mês, seria impensável fazê-lo, se não tivesse uma boa base de alongamentos para recuperar do esforço.

Deixo-vos o vídeo aqui:

 

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub