Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

De novembro de 2016 até agora, passei de 118 kg a 66 kg graças à corrida e à reeducação alimentar. Desde então, o contador vai em 40 provas: 20 x 10 km, 7 trails, 10 meias maratonas e 3 maratonas.

De novembro de 2016 até agora, passei de 118 kg a 66 kg graças à corrida e à reeducação alimentar. Desde então, o contador vai em 40 provas: 20 x 10 km, 7 trails, 10 meias maratonas e 3 maratonas.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

31
Out19

Um gasto inesperado


João Silva

Este ano não houve muitos dias de calor intenso, no entanto, na viagem de preparação da aventura no Porto, sofri de um mal inédito pela frequência com que me importunou. Falo de pés inchados, foles e bolhas e unhas negras.

Vamos por partes, o sofrimento de um corredor está bem vincado na quantidade de vezes em que vê as unhas caírem. Já me aconteceu e graças a um arqueamento do meus dedos, basta-me correr mais de 1h30 para que a unha bata no calçado até ficar negra. Consequência: esperar que caiam e sejam renovadas. Uma chatice das grandes polvilhada com dores desagradáveis.

Ainda assim, a novidade foi a frequência de bolhas e de foles. Houve uma razão para isso: o volume de treinos de corrida em julho e em agosto, 403 e 470 km respetivamente. Aceito o argumento de que isso se poderá dever às sapatilhas, contudo, no ano passado já usava o mesmo tipo de sapatilhas e isso não aconteceu.

Remédio para tudo isso: andar praticamente três vezes por semana com dois pensos em cada um dos três primeiros dedos (a contar do dedo grande), o que redundou numa bela compra no Lidl. Praticamente uma caixa por semana nestes dois meses.

Desse lado, também se recorreu muito a esse material? Como fazem para resolver bolhas e foles nos pés depois das corridas?

IMG_20190830_092148.jpg

 

24
Mai19

Quando o sonho ganha forma...


João Silva

CAPA DO LIVRO.jpg

Ao longo das últimas semanas fui desvendando o véu, mas agora já se pode ver mesmo e adquirir o "rebento".

Algo com que sempre sonhei ganhou forma e já se encontra disponível na maioria das livrarias online, incluindo as internacionais.

Trata-se do livro "O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista".

Este livro foi pensado e estruturado durante os treinos "longões" de preparação para a maratona da Europa em Aveiro.

No fundo, versa sobre todos os pontos importantes da preparação desde o treino específico às distâncias percorridas, sem esquecer a relevância da alimentação e dos abastecimentos nem os aspetos psicológicos associados como a depressão.

Poderão encontrá-lo aqui, aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui.

Fico bastante feliz se sentir e souber que pode ter contribuído para a evolução de algum de vós.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Redes sociais

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D