Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
04
Fev23

Se não cair, está perfeito


João Silva

Os braços. Sempre eles. E muitos corredores não sabem o que fazer com eles nem qual o seu posicionamento.

Pois bem, trago uma dica que vos pode ajudar muito.

Tinha lido de raspão há muito tempo e depois cruzei-me com um vídeo do youtuber alemão Runnerflow e vi melhor. 

Assim já vos explicar. Basicamente, peguem num pau e coloquem-no na dobra do braço. Fechem devagar até uma posição em que consigam andar sem que o pau caia. 

Essa deve ser a vossa referência para posicionarem os braços na corrida. 

IMG_20211117_094359.jpg

IMG_20211117_094414.jpg

 

 

 

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub