Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
11
Mai24

Sabiam que...


João Silva

...a melhor altura para uma ressaca muscular é depois de um dia de descanso?

Parece um contrassenso, mas qualquer atleta profissional ou amador (com muita experiência) vos confirmará esta ideia.

Depois de uma sequência dura de treinos (normalmente, em mais de três dias), o corpo recebe um dia de pausa.

No dia seguinte, lá vai o corpo voltar às estrada! E as pernas pesam monstruosamente e os músculos estão rijos e muito doridos. É comum falar-se em ressaca. 

No dia em que tem folga, o corpo entra num ciclo de recuperação, de "refazer" as fibras destruídas no treino e de assimilação dos treinos anteriores. Tudo isto é muito doloroso.

No caso dos ciclistas, por exemplo, isso é ainda mais gritante. Nas provas de três semanas, há dias folgas. Nos dias seguintes é sempre uma incógnita saber se o desempenho será bom, porque ninguém sabe verdadeiramente como é que o corpo vai reagir ao descanso.

IMG_20190708_112512_879.jpg

 

1 comentário

Comentar post

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub