Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
28
Mai19

Quebrar a rotina para me sentir vivo


João Silva

IMG_20190525_092029.jpg

 

Também já passaram por isso?

Seguem escrupulosamente o vosso plano e de repente começam a sentir necessidade de quebrar um pouco com a rotina, de fugir ao que definiram?

Passei por isso nas últimas semanas. Isso, juntamente com a sobrecarga de treinos, fez com que chegasse a casa depois da corrida e não conseguisse ir prontamente fazer trabalho de força.

Não fiquei farto desse aspeto do treino. Ter mudado a ordem de algumas coisas e ter mudado alguns treinos (para treinos de natação ou de exercícios como sprints ou triângulos ou saltar à corda) ajudou-me a perceber que ainda adoro fazer reforço muscular.

Contudo, o "empatar" na execução do plano previsto também revelou que foi necessário ouvir o corpo e andar mais ao ar livre, a correr que nem um maluco. 

Ganhei novamente o sistematismo que perdi e percebi que sou muito feliz se ouvir o meu corpo no momento certo em vez de o "massacrar" com coisas que não quer.

IMG_20190525_092026.jpg

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub