Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em novembro de 2016 era obeso. Depois comecei a correr, eduquei a minha alimentação e tornei-me maratonista. Mais tarde, tornei-me pai. Correr é uma das minhas paixões. Ser pai é outra. Corro todos os dias.

Em novembro de 2016 era obeso. Depois comecei a correr, eduquei a minha alimentação e tornei-me maratonista. Mais tarde, tornei-me pai. Correr é uma das minhas paixões. Ser pai é outra. Corro todos os dias.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

06
Jun20

A very good Shoyce


João Silva

Na passada quinta-feira, recebo uma chamada de uma transportadora para me entregar uma encomenda.

Estranhei, pois não estava à espera de nada. Ainda assim, fiquei muito agradado, claro, por se terem lembrado de mim.

Até que vejo o remetente e percebo que se tratava da marca de bebidas vegetais Shoyce, que conheci pela primeira na meia maratona da Figueira da Foz em 2017.

Confesso que, na altura, fiquei fã pela alternativa que constituía, por exemplo, para pessoas como a minha esposa que é intolerante à lactose.

Logo ali, ficámos rendidos à bebida de amêndoa. Mais tarde, já na sequência da maratona de Aveiro, em 2019, a minha esposa provou a versão de noz e não quis outra coisa. Além disso, a gama deles conta ainda com bebida de coco, arroz e aveia, por exemplo.

São, de facto, excelentes alternativas para quem pretende fugir ou não pode beber leite de vaca.

Agora, e foi isso que me foi endereçado nesta oferta, criaram duas versões dedicadas aos mais diversos desportistas.

Trata-se de produtos com alto teor de proteína vegetal, uma variante cada vez mais apreciada por quem pratica desporto.

Neste caso, um dos sabores inclui chocolate. 

A versão de chocolate tem 16 g de proteína, a "natural" chega mesmo aos 20 g. Ou seja, na melhor para recarregar energias e restabelecer o corpo do que uma bebida com este teor proteico. Por exemplo, para esforços muito prolongados e intensos, a variante de 20 g vai saciar mais, embora a de chocolate tenha sempre aquele gosto mais docinho, dando também um certo conforto e aconchego depois do "sofrimento".

Ainda assim, para tentar não ser tão guloso e pensando apenas na recuperação muscular, aconselharia vivamente a bebida "natural".

Tal como a própria marca alega, não foram adicionados açúcares para garantir um melhor sabor.

E vocês já conhecem esta marca? Como a conheceram?

Gostaram dos produtos? Qual é o favorito.

Podem consultar aqui as informações nutricionais dos produtos em causa.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Redes sociais

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub