Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
28
Mar20

É hora de mexer a anca


João Silva

É uma zona muito menosprezada nos atletas mais amadores. Em especial, tal ocorre porque poucos se dão ao trabalho de reforçar os quadris e de melhorar a sua postura.

Com os exemplos que vos mostro na partilha abaixo poderão melhorar a vossa passada, dando uma maior estabilidade à zona central do corpo e "agredido" menos os joelhos.

Foi através deste método que consegui melhorar o meu ritmo, pois passei a economizar mais energia e conseguir percorrer uma maior distância em menos tempo.

Demora até se tornar numa postura natural do atleta. Em média, diria que são precisas 4 semanas para que a adaptação ocorra efetivamente.

Além disso, acrescento que haverá algumas dores pela forma como os pés vão aterrar no piso. No entanto, o corpo adapta-se e a dor deixa de se sentir.

Termino com uma nota: no exercício com a kettle bell, por não ter, acabei por fazer com um peso semelhante. Por vezes, também fiz sem suplementos, só com o movimento do corpo.

Faço votos para que vos ajude tanto quanto o fez por mim:

 

https://youtu.be/ULmO1q5G_ug

 

18
Out19

Aprender para melhorar e partilhar


João Silva

Se há coisa que me dá prazer, é aprender. Realiza-me mesmo. E acredito que isso acaba por preencher o vazio por ter crescido numa família com poucas posses financeiras, onde ter um livro era quase um tesouro. Ainda hoje recordo com tanta saudade os dias em que tive contacto com livros de BD ou mesmo o natal em que recebi um globo terrestre pequeno. Não havia dinheiro para mais, mas aquilo preencheu-me de tal forma que nunca mais me esqueci.

E, antes de passar ao verdadeiro assunto desta publicação, se me pedissem uma descrição da minha pessoa, era mesmo isso que diria: ávido de conhecimento.

Nesse sentido, a pensar já nos próximos meses de treino e na próxima etapa no que toca a maratonas, fui ao "mestre" Youtube procurar tesouros. E encontrei-os. E como gosto tanto de saber, já fui pondo em prática alguns dos truques nos treinos. 

No entanto, tudo isto requer tempo para engrenar no corpo, pelo que só após a maratona do Porto os vou integrar de forma mais permanente nos meus planos de treino. Um pouco à imagem do treino progressivo.

Abaixo, poderão ver alguns vídeos que vos mostram, de forma bastante simplificada, como realizar alguns truques técnicos de corrida que vão melhorar a vossa postura, o "massacre" que sentem nas coxas e nas ancas, a cadência, o ritmo e também a memória de "pisadela" dos vossos pés. Há para todos os gostos, desde os pés às ancas, sem esquecer os tornozelos e os joelhos.

Não precisam de os fazer todos os dias e podem tirar apenas cinco minutos do vosso treino para os irem fazendo. Aos poucos, o corpo vai assimilá-los. Importante é que não os façam caso sintam dores em alguma dessas regiões.

Experimentem e, se o fizerem, digam aqui como correu.

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub