Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
28
Dez23

Sabiam que...


João Silva

... o corpo também pode desenvolver fadiga nervosa depois dos treinos?

Se a recuperação entre treinos não for bem feita, o corpo pode chegar a um ponto em que os músculos não respondem às ordens do cérebro, simplesmente porque já não têm energia suficiente.

IMG_20210814_054127.jpg

 

É, por exemplo, isso que acontece quando chegamos ao fim de uma prova e já nem uma palha mexemos e o nosso cérebro ainda tenta um último pico de velocidade, por exemplo.

Também por isso é muito importante dar descanso ao corpo nos treinos e não exigir de mais.

Ouviste, João?

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub