Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
05
Jul19

Retrato numérico do semestre passado


João Silva

IMG_20190519_085609.jpg

De forma a fechar em definitivo o capítulo do primeiro semestre de 2019, deixo abaixo os números "da verdade".

A saber:

  • 8 provas: 3 corridas de 10 km, 2 meias maratonas, 2 trails, 1 maratona;
  • Tempo nas provas: melhor dos 10 km - 46'48'' na 4 estações de Coimbra; melhor das maratonas - 01:42'25 na Figueira da Foz; trail (15 km) - 01:36:17 no Trail de Sicó; maratona - 03:49'26 na Maratona da Europa em Aveiro;
  • Treinos: 2253,130 km percorridos (dos quais: 1611, 680 km em corrida num tempo total de 153:53'22"; 417,81 km em bicicleta estática; 73,100 km em caminhadas; 150,540 km em bicicleta de estrada); 160 horas de reforço muscular; 28 dias de descanso;
  • O mês mais "fraco" foi o de fevereiro com 248,210 km percorridos em todas as modalidades de treino;
  • O mês mais forte foi o de junho com 630,720 km percorridos em todas as modalidades de treino;
  • O mês de junho foi aquele em que tive mais sessões de treino: foram 60;
  • Maior desnivelado acumulado em subidas: junho com 5540 m em todas as modalidades;
  • Maior desnivelado acumulado em descidas: junho 5532 m em todas as modalidades;
  • Melhor velocidade média registada em junho com 11,68 km/h em todas as modalidades;
  • Menor velocidade média registada em maio com 9,67 km/h em todas as modalidades;
  • Sessões de ioga superiores a meia hora: 10, concentradas entre maio e junho;

 

Picture2.jpg 

- Registo de todos os desportos praticados

Picture3.jpg

- Registo das corridas desde agosto de 2018

 

 

Curiosidades da aplicação do meu relógio Geonaute Move 220:

Consecutivamente, passei 08 dias 21 horas 59 minutos e 05 segundos a fazer desporto (sem contar com o trabalho de reforço muscular); percorri 2253 km, ou seja, fiquei a 347 km de atravessar o continente europeu e perdi aprox. 138 397 kcal, ou seja, o equivalente a 127 mega hambúrgueres.

Picture1.jpg

 

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub