Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
03
Jun19

O senhor árbitro acha que Soure ficou a desejar


João Silva

IMG_20190601_194255.jpg

received_684781265284243.jpeg

Gostar de alguma coisa ou de alguém também é dizer quando se passam coisas menos boas.

É este o caso: gosto muito da organização das 4 estações.

Fazem parte da família deste desporto que pratico. São prestáveis e incansáveis em tudo, para que esta prova continue a ser um sucesso.

Em jeito de confissão, digo mesmo que são a principal razão para que continue a integrar as corridas de 10 km no meu "cardápio". Todas as de 10 km que fiz em 2019 foram da sua organização.

No entanto, à terceira, houve algumas falhas que merecem menção e correção no futuro. Parece-me que não será difícil de resolver.

Desde o ano passado que se debatem com a colocação dos atletas na grelha de partida.

As pessoas aldrabam nas inscrições e é só corredores de elite, a julgar pelo número de letras A que se vêem nos dorsais. Ora tudo isto vai afetar a partida, não só porque a atrasa como ontem, como é necessário organizar tudo ao jeito da escola primeira e dizer "estes para um lado, aqueles para o outro". Instala-se a confusão.

No dia 01 sentiu-se isso mesmo e, desconheço se foi essa a razão, mas vi ao meu lado esquerdo um senhor ser abalroado aquando da partida.

É desnecessário e complica as coisas. Atrasou-se um pouco a partida, foi preciso reposicionar os corredores e, havendo sempre muita gente envolvida, há confusão garantida. E houve alguma.

Em termos de prova propriamente dita esse foi o único aspeto negativo que encontrei. Um muito positivo que consigo enumerar foi mesmo o facto de terem alterado o percurso do primeiro quilómetro. Passou por uma zona mais bonita da vila e levou-nos para uma zona de maior contacto com os apoiantes. Em relação a este ponto, embora não seja responsabilidade da organização, fiquei satisfeito por ter encontrado tantos miúdos e graúdos a torcer por nós. O mínimo que podia fazer para retribuir o que me deram em ânimo era acenar. Foi o que fiz.

Terminada a prova, mais dois aspetos menos positivos: a falha relacionada com a instalação prevista para banhos - acabou por ser resolvida, mas ainda demorou- e alguma demora na entrega dos prémios - é normal que assim seja, mas, por outro lado, quem fica a presencear o momento acaba por ficar com muito frio àquela hora (entre as 22 e as 23h15).

Por último, uma palavra de agradecimento para todo o acompanhamento policial envolvido e pela sensação de "sejam bem-vindos" com que a organização nos recebe. Deixo apenas (mais) um comentário: embora seja normal dar a partida às 21h numa altura com muito calor, parece-me que é uma hora tardia e que acaba por afastar mais pessoas do que aproximar.

IMG_20190601_204901.jpg

IMG_20190601_223211.jpg

 

 

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub