Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

Em 2016 era obeso, hoje sou maratonista (6 oficiais e quase 20 meias-maratonas). A viagem segue agora com muita dedicação, meditação, foco e crença na partilha das histórias e do conhecimeto na corrida.

O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub
05
Abr19

Declaração de intenções


João Silva

IMG_20190224_130359_503.jpg

Ao iniciar esta espécie de rubrica na minha página, tenho como propósito partilhar as minhas experiências, vivências e opiniões quer sobre corridas quer sobre preparação para e após as mesmas. Portanto, de antemão, deixo bem claro que são exposições pessoais, sempre suscetíveis de discórdia. Nesse sentido, sintam-se completamente à vontade para interagir comigo. Terei todo o gosto em debater e em conversar, sempre de forma cordial e respeitosa. Caso pretendam e vos agrade, podem igualmente divulgar o conteúdo.

O meu caminho no mundo da corrida iniciou-se há perto de dois anos e meio. De lá para cá, já foram muitas as provas. Os treinos, esses, apesar de devidamente contabilizados nos meus registos, nem os consigo quantificar. Sei apenas que a minha primeira corrida desta fase da minha vida se deu no dia 19 de novembro de 2016.

Por muito absurdo que possa parecer esta observação, não procurei qualquer informação. No alto dos meus 118 kg naquele dia, pus os pés fora de casa e lá fui eu. Um depois do outro (não, não foi com esta rapidez toda). Até hoje. São seis dias treinos por semana e incidem sempre em corrida propriamente dita e em trabalho de força. Este último visa complementar o primeiro e gerar força nos músculos mais “requisitados” na corrida. Regra geral, por dia, são duas horas de treino.

Depois de perceber que a corrida era uma grande parte da minha vida, lancei-me à descoberta. Para tal, servi-me do facto de ser autodidata e comecei a procurar tipologias de treino de corrida, informações gerais sobre provas e treinos, tipologias de calçado, tipo de passada, exercícios de respiração e, não menos importante, exercícios de força. Para cada dia, defini um determinado número de exercícios de força para músculos muito específicos e lá fui trabalhando.

Nesse sentido, refiro também que me socorri muito de publicações como Runners World e de blogues/páginas como Running vs Science (http://runningvsscience.blogs.sapo.pt), Corre, salta e lança (https://corresaltalanca.pt) ou De Sedentário a maratonista (https://www.desedentarioamaratonista.com). Filtrei e extraí o que queria para poder evoluir e para poder perceber o que estava a acontecer com o meu corpo e como me podia tornar melhor corredor. Fui observando outros atletas, novos e mais velhos nestas andanças, para recolher o que faziam de bem e para aprender com o que faziam de mal.

Uma vez começada a corrida, era tempo de começar a ver onde me encaixava melhor. Sempre adorei a natureza, respirar aquele ar puro e passar por aquelas dificuldades fascinava-me, mas tinha (e tenho) algumas dificuldades de coordenação e treinava (e treino) todos os dias em estrada. Por muito que o trail estivesse (e está cada vez mais) na moda, percebi bem cedo que correr em estrada me apaixonava muito mais. Precisamente por também ser possível encontrar inclinações (na minha zona [Sicó], existem inúmeras subidas em alcatrão ou estradão mais “transitável”), paisagens maravilhosas e longos espaços para correr. Nada tenho contra a serra nem contra quem lá corre, de tempos a tempos sabe-me maravilhosamente correr em locais tão idílicos, mas o meu “habitat”encontra-se na estrada. Dito isto, existem provas curtas e provas longas em estrada.

 

IMG_20161106_122733.jpgFB_IMG_1552001003746.jpg

 

 

 

 

Redes sociais

Palmarés da minha vida

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Baú de corridas no blogue

Em destaque no SAPO Blogs
pub